terça-feira, 23 de agosto de 2016

Mãe que matou o filho com 50 facadas na Paraíba diz que recebeu “ordem de satanás” e declarou: “Meu pai”


“Foi ordem de satanás, meu pai e meu rei”, teria dito a mulher durante a prisão após a morte da criança de apenas cinco anos de idade. Confira mais aqui!




Segundo a polícia, ela aparentava estar descontrolada; a mulher poderá cumprir pena de 12 a 30 anos de prisão por homicídio qualificado.

“Sou a princesinha de Satanás”, dizia Sônia Paula Soares Marinho, de 39 anos, quando aguardava para prestar depoimento na delegacia. Ela é suspeita de matar o filho Kaio Márcio Soares Nóbrega Marinho, de cinco anos, com mais de 50 facadas, em Campina Grande, nessa sexta-feira (20).

Segundo a polícia, a mulher aparentava estar descontrolada e ainda gritou: “Vocês vão pagar um alto preço por isso, meu pai é o rei, o grande El Shaddai. Eu te obedeço, meu pai satanás”. Ela foi presa em flagrante e será autuada por homicídio qualificado, podendo cumprir pena que varia de 12 a 30 anos de detenção.

De acordo com a polícia, ela morava só com o filho, em um quarto alugado nos fundos de uma casa, no bairro São José, na área central de Campina. A dona do imóvel estava abalada e não quis falar com a imprensa.
 
 
Tacima Oficial
Com Resumo Geral

segunda-feira, 9 de maio de 2016

Waldir Maranhão anula votação do impeachment na Câmara

O deputado do PP, que substituiu Eduardo Cunha na presidência da Câmara na semana passada depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu afastar o peemedebista do comando da casa legislativa, marcou uma nova votação do pedido impeachment para daqui a 5 sessões do plenário da Câmara.

Em nota divulgada à imprensa, Maranhão diz que a petição da AGU ainda não havia sido analisada pela Casa e que, ao tomar conhecimento dela, resolveu acolher. Na decisão, ele argumenta “ocorreram vícios que tornaram nula de pleno direito a sessão em questão”.
Para Maranhão, os partidos políticos não poderiam ter fechado questão a favor ou contra o impeachment. Quando há o chamado fechamento de questão, os deputados devem seguir a orientação partidária sob pena de punição, como expulsão da legenda.

“Não poderiam os partidos políticos terem fechado questão ou firmado orientação para que os parlamentares votassem de um modo ou de outro, uma vez que, no caso deveriam votar de acordo com as suas convicções pessoais e livremente”, destacou o presidente em exercício da Câmara na decisão.

Maranhão argumenta ainda que os deputados não poderiam ter anunciado suas posições antes da sessão da Câmara que decidiu dar continuidade ao processo de afastamento da presidente Dilma. Ele também afirma que a defesa de Dilma deveria ter tido o direito de falar durante a votação do impeachment.

“Não poderiam os senhores parlamentares antes da conclusão da votação terem anunciado publicamente seus votos, na medida em que isso caracteriza prejulgamento e clara ofensa ao amplo direito de defesa que está consagrado na Constituição. Do mesmo modo, não poderia a defesa da senhora Presidente da República ter deixado de falar por último no momento da votação, como acabou ocorrendo”, afirma.

Por fim, Maranhão alegou que o resultado da votação deveria ter sido formalizado por resolução, por ser, segundo ele, o que dispõe o regimento interno da Câmara dos Deputados e o que estava previsto no processo de impeachment do ex-presidente Fernando Collor de Mello.

“Por essas razões anulei a sessão realizada nos dias 15, 16 e 17 e determinei que uma nova sessão seja realizada para deliberar sobre a matéria no prazo de 5 sessões contados da data em que o processo for devolvido pelo Senado à Câmara dos Deputados”, disse.

“Para cumprimento da minha decisão, encaminhei ofício ao presidente do Senado, para que os autos do processo de impeachment sejam devolvidos à Câmara dos Deputados”, concluiu Waldir Maranhão.

Fonte: G1

quinta-feira, 28 de abril de 2016

Mulher é suspeita de matar a mãe com pedrada no Agreste da Paraíba

Segundo a polícia, filha discutiu com a mãe e atirou uma pedra.
Caso aconteceu em Dona Inês.


pedrada-764123


Uma mulher de 49 anos foi presa suspeita de matar a mãe, de 72 anos, na cidade de Dona Inês, no Agreste paraibano, na noite da quarta-feira (28). Segundo as primeiras informações da Polícia Civil, a filha teria jogado uma pedra na idosa, que não resistiu ao ferimento e morreu.

De acordo com a Polícia Civil, a suspeita confessou o crime e, em contato com policiais, disse que atirou a pedra na idosa porque queria voltar a morar na cidade do Rio de Janeiro e a mãe não permitia. Elas discutiram e a mulher agrediu a idosa.

Ainda conforme as investigações da Polícia Civil, a mulher tomava remédios controlados. Ela está detida na delegacia de Solânea. O delegado José de Arimatéa Moraes informou que a suspeita deve ser levada para um presídio de João Pessoa ou Campina Grande ainda nesta quinta feira.

 
Tacima Oficial
Com G1 Pb

quinta-feira, 7 de abril de 2016

Bandidos explodem agência bancaria em Araruna


 























A ação dos criminosos aconteceu por volta das  03h50min, segundo informações de vizinhos da agência aproximadamente quatro indivíduos em um veiculo VW/Fox de cor preta, armados com arma de grosso calibre explodiram os quatro caixas eletrônicos do banco e fugiram sentido à São Lourenço. Ainda segundo os vizinhos  no momento da fuga os indivíduos efetuaram vários disparos de arma de fogo, inclusive na porta da Agência do Banco Itau que ficou danificada.

A PM isolou a área e informou a Policia Civil e o gerente da agencia e realizou patrulhamento nas proximidade com apoio de outras equipes de Campo Mourão, mas sem êxito na localização dos bandidos. A quantia levada pelos criminosos não foi divulgada.

Tacima Oficial
Com G1 Pb

terça-feira, 1 de março de 2016

Batida entre ônibus e trem deixa ao menos três mortos e 11 feridos na Grande JP

Acidente aconteceu na tarde desta segunda-feira no distrito de Várzea Nova, município de Santa Rita. Diversas viaturas do Corpo de Bombeiros e do Samu foram deslocadas para o local do acidente


Acidente aconteceu em Várzea Nova


Mais de dez pessoas ficaram feridas e três morreram após um acidente envolvendo um trem da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) e um ônibus, na tarde desta segunda-feira (29), no distrito de Várzea Nova, município de Santa Rita, na Grande João Pessoa. O número de mortes foi confirmado pela Polícia Militar. Só no Hospital de Emergência e Trauma em João Pessoa, 11 feridos foram atendidos, sendo jovem em estado grave, com risco de morte, e dois fora de perigo.
Ao Portal Correio, o delegado Antônio Farias, da 6ª Delegacia Distrital em Santa Rita, disse que uma falha do ônibus teria feito com que o veículo ficasse parado na linha férrea. Ainda segundo o delegado, o motorista poderá ser indiciado por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar, por não ter aberto as portas do ônibus para que os passageiros descessem antes da colisão.

“Estamos ouvindo os envolvidos e testemunhas para o futuro inquérito. Já sabemos que houve uma falha no ônibus e que isso fez com que o veículo parasse na linha férrea. Também sabemos que o trem não tem condições de parar rapidamente e não poderia evitar a colisão. Outro fato é que o motorista do ônibus não abriu sequer as portas para que os passageiros descessem e pudessem fugir da colisão. Isso vai ser investigado e ele poderá ser indiciado por homicídio culposo”, afirmou o delegado.

Os feridos começaram a chegar ao Trauma por volta das 17h15. Mais vítimas feridas teriam sido atendidas pelo Corpo de Bombeiros e levadas para outras unidades de saúde da Região Metropolitana.
CBTU lamenta acidente

Em nota, a CBTU lamentou o acidente e as mortes e informou também que vai abrir uma sindicância para apurar os fatos. A Companhia confirmou que testemunhas informaram que o maquinista acionou, diversas vezes, o apito do trem, mas o ônibus não saiu da linha e a colisão não pôde ser evitada. 

Tacima Oficial
Com Portal Correio

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Sem térmicas, taxa extra na conta de luz acaba em abril


O ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, anunciou ontem que a conta de luz trará a bandeira verde a partir de 1.º de abril, e as tarifas de energia deixarão de ter uma cobrança extra, como ocorre com as bandeiras vermelha e amarela. Com isso, os consumidores terão uma redução de 6% a 6,5% na conta de luz, disse o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Romeu Rufino.

O fim da cobrança extra na conta de luz será possível porque o governo desligará mais 15 usinas térmicas no início de março, o equivalente a 3 mil megawatt (MW). A decisão foi tomada ontem durante reunião extraordinária do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE). Sem esses empreendimentos, será possível poupar cerca de R$ 8 bilhões por ano.

No início de fevereiro, o governo já havia anunciado o desligamento de sete usinas térmicas, com 2 mil MW, o que permitiu o acionamento da bandeira amarela a partir de março e uma economia anual de R$ 2 bilhões. Na bandeira amarela, o consumidor paga R$ 1,50 a mais a cada 100 kWh de consumo. O primeiro patamar de bandeira vermelha adiciona R$ 3,00 a cada 100 kWh, e o segundo, R$ 4,50.

De acordo com Braga, a queda do consumo de energia, a entrada em operação de novas usinas e o aumento do nível dos reservatórios das hidrelétricas em todo o País permitiram dispensar o uso das termelétricas, que geram energia mais cara. "Neste ano, a tarifa de energia elétrica está efetivamente em viés de baixa", disse o ministro.

A partir de abril, permanecerão ligadas as termelétricas mais baratas, cujo custo de geração é inferior a R$ 211,00 por megawatt-hora (MWh). Esse grupo de usinas é responsável pela geração de 12 mil MW. Será a primeira vez, desde outubro de 2012, que apenas as térmicas mais baratas ficarão ligadas no País, e a primeira vez que será possível acionar a bandeira verde desde a criação do sistema, no início do ano passado.

Vermelha

Quando o sistema de bandeiras foi implantado, o País passava por um momento de alta no consumo e de seca, que reduziu o nível dos reservatórios das hidrelétricas e levou ao acionamento de todo o parque de usinas térmicas do País. Por isso, as contas de luz começaram a cobrar a bandeira vermelha. Quanto menos térmicas são necessárias, mais barata fica a conta de luz.

O Sistema de Bandeiras Tarifárias foi criado em 2015. As bandeiras indicam se a energia custa mais ou menos, em função das condições de geração de eletricidade. O sistema possui três bandeiras: verde, amarela e vermelha. A verde representa que há condições favoráveis de geração de energia. A tarifa não sofre nenhum acréscimo.

A vermelha, a que está em vigor atualmente, significa que há condições mais custosas de geração e o consumidor paga mais na conta de luz. O ministro disse que a cobrança das bandeiras na conta de luz poderá voltar "se houver um desastre".


Fonte: Tribuna do Norte

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Estudo na Paraíba vai aprofundar pesquisas sobre casos de microcefalia


Pesquisa terá como ponto de partida a coleta de informações sobre gestantes que tiveram bebês com má-formação e mães que tiveram bebês sem o problema

 

Microcefalia é uma síndrome que leva bebês a terem problemas de cognição, de locomoção e audição (Foto: Portal Brasil)














Começa nesta terça-feira,16, na Paraíba um estudo conduzido em parceria com o Ministério da Saúde e Centro de Controle de Doenças, dos Estados Unidos, para estimar a proporção de bebês com microcefalia associada ao zika, vírus transmitido pelo mosquito Aedes aegypti. A pesquisa deverá avaliar 800 pacientes e terá como ponto de partida a coleta de informações sobre gestantes que tiveram bebês com a má-formação e mães que tiveram bebês sem o problema. Para cada caso de má-formação, serão avaliados outros três da mesma região que não possuem a doença.


Com a estratégia, integrantes do estudo pretendem averiguar o risco de infecção pelo vírus e responder uma pergunta que, desde que o aumento de casos foi identificado no Brasil, atormenta especialistas: qual o risco de uma mulher infectada pelo vírus durante a gestação ter um bebê com a má-formação? Quais outros fatores podem estar relacionados com aumento de casos?


A microcefalia é uma síndrome que leva bebês a terem problemas de cognição, de locomoção e audição. Até o ano passado, era considerada uma doença rara, provocada por problemas genéticos e infecções da mãe durante a gestação, como citomegalovírus, toxoplasmose, herpes, sífilis. Os casos também estavam associados a alcoolismo da gestante e uso de drogas.


Desde setembro, no entanto, os registros de bebês nascidos com problema aumentaram de forma expressiva, levantando à suspeita de infecção da gestante por zika – o vírus chegou ao Brasil ano passado, provocando, já nos primeiros meses, uma epidemia no Nordeste – justamente a região que, meses depois, começou a apresentar aumento de nascimentos de bebês com a má-formação.


Os integrantes do estudo deverão realizar nas gestantes exames de zika e outras doenças, para tentar verificar quantos casos estão de fato associados ao vírus e quantos a outros fatores, que tradicionalmente já eram conhecidos. O trabalho deverá ser feito em 50 dias. Paraíba é o segundo Estado com maior número de casos suspeitos de microcefalia no País, atrás de Pernambuco.


Tacima Oficial
Com Estadão


 atrás de Pernambuco.

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Bandidos explodem cofres de banco no Litoral Norte da Paraíba, diz polícia


Pelo menos 15 homens participaram de roubo a banco em Jacaraú, diz PM.

Assaltantes ainda fugiram levando um vestido de noiva de uma loja.

Resultado de imagem para fotos da explosão a caixas eletronicos em jacarau na Pb

Dois cofres de uma agência bancária na cidade de Jacaraú, no Litoral Norte da Paraíba, na madrugada desta terça-feira (2). Segundo informações da polícia, pelo menos 15 homens armados chegaram atirando por volta de 1h20 (horário local), fecharam as saídas da cidade, arrombaram as portas de vidro da agência e explodiram os cofres. Os criminosos recolheram o dinheiro dos cofres e fugiram da cidade.

Ainda de acordo com a polícia, na fuga, os assaltantes jogaram grampos nas rodovias de saída de Jacaraú. Durante o assalto, vários tiros foram disparados com armas automáticas. Os disparos foram feitos para o alto e contra algumas casas e estabelecimentos comerciais.

"A vitrine de uma loja de roupas de noiva que existe na rua foi atingida e um dos assaltantes ainda foi no local, pegou o vestido que estava na vitrine e levou", explicou o capitão Alberto Filho, comandante da 2ª Companhia Independente da Polícia Militar em Mamanguape. 

O destacamento da Polícia Militar também foi alvejado pelo criminosos. Um morador da cidade chegou a ser feito refém durante a ação, ainda segundo a polícia, mas ninguém ficou ferido.

Os caixas eletrônicos da agência bancária, que pertence a um banco público, não foram atacados pelos bandidos. Segundo moradores de Jacaraú, toda ação durou cerca de 30 minutos. Até o início da manhã desta terça, a Polícia Civil fazia a perícia do local e a Polícia Militar realizava buscas pelos criminosos.

Até as 7h30 (horário local), ninguém tinha sido preso. A quantia levada pelos assaltantes não foi informada pela polícia. A cidade de Jacaraú, que tem quase 14 mil habitantes conforme Censo de 2010 do IBGE, celebra 54 anos nesta terça-feira (2), dia da sua emancipação política.
 
 
Tacima Oficial
Com G1 Pb

sábado, 2 de janeiro de 2016

Ricardo diz no Twitter que taxa de homicídios teve redução de 470% em João Pessoa


Governador também divulgou dados do interior do estado; ele finalizou as postagens dizendo: "Salvando e preservando vidas com uma política pública correta de segurança"



Em três recados no Twitter, o governador da Paraíba Ricardo Coutinho (PSB) divulgou neste sábado (2) que houve queda no número de homicídios no estado em 2015.

Segundo ele, já é o quarto ano consecutivo de redução e que os aumentos sucessivos nas taxas de homicídios duraram uma década.

De acordo com as postagens de Ricardo, João Pessoa, em 2011, registrou 594 homicídios. Já em 2015, teve 470, 21% de redução. A taxa de homicídios caiu de 80 por 100 mil habitantes para 59, como consta nas mensagens do governador.

Ricardo Coutinho postou também que Campina Grande e região atingiram a meta de redução de 10% em 2015. "Salvando e preservando vidas com uma política pública correta de segurança", finalizou.

Governador postou mensagens no Twitter

Tacima Oficial
Foto: Governador postou mensagens no Twitter
Créditos: Reprodução

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Trio amarra família e rouba dinheiro em casa no Agreste da PB

Trio amarra família e rouba dinheiro em casa no Agreste da PB

Um homem, a companheira dele e a neta foram amarrados durante um assalto a uma casa na cidade de Puxinanã, no Agreste paraibano, na noite da terça-feira (1º). De acordo com a Polícia Militar, três homens invadiram a residência e renderam a família. Vários aparelhos eletrônicos e dinheiro foram roubados.

Os familiares contaram à polícia que o trio estava encapuzado e armado no momento da invasão. As vítimas foram amarradas e os criminosos roubaram várias coisas da casa, inclusive cerca de R$ 2.400 em dinheiro.

Depois do crime os homens fugiram e até o início da manhã desta quarta-feira (2) ninguém foi preso, segundo a polícia. A família foi libertada por um filho do casal, que chegou na casa minutos após o crime. Ninguém ficou ferido.

Tacima Oficial
Com G1 Pb